::: PROJETOS :::

 

Novas fronteiras para a saúde

Iniciado em julho de 2006, o projeto “Fronteiras do diagnóstico e das terapias das doenças prevalente do século XXI”, prevê a construção de um novo prédio no Centro de Ciências da Saúde (CCS), que reunirá quatro unidades: o Instituto de Bioquímica Médica (IBqM), o Instituto de Ciências Biomédicas (ICB), o Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho (IBCCF) e o Instituto de Microbiologia Prof. Paulo de Góes (IMPPG).

A proposta surgiu como conseqüência da interdisciplinaridade praticada entre os laboratórios dessas unidades. Hoje, pesquisas de temas muito próximos ou complementares são desenvolvidas de forma isolada. O objetivo do projeto é aprimorá-las, através tanto do uso compartilhado de equipamentos de grande porte, quanto da proximidade física dos cientistas, o que proporcionaria o aumento do intercâmbio de conhecimento e de colaborações.

Sete áreas de pesquisa e desenvolvimento consideradas estratégicas para a saúde nas próximas décadas foram escolhidas para serem beneficiadas pelo Fronteiras: Biologia de Desenvolvimento, Dengue e Doenças Emergentes, Descoberta e Desenvolvimento de Novos Fármacos, Doenças Neurodegenerativas e Oncobiologia, Terapias Celulares, Meio Ambiente e Educação para a Saúde. Nessas áreas, as unidades envolvidas apresentam competência de reconhecimento internacional e que devem agora ser consolidadas dentro da Universidade.

Além de 20 laboratórios cuidadosamente planejados e equipados para as pesquisas específicas, o edifício contará, ainda, com salas de aulas práticas e teóricas, auditório com capacidade para 150 pessoas, salas de reunião e salas onde ficarão instalados os equipamentos de grande porte.

O prédio a ser erguido compromete-se com a preservação dos recursos naturais, através de medidas ecologicamente corretas, como a economia de água e energia e a coleta seletiva do lixo. A proposta arquitetônica foi elaborada em conjunto e de forma pioneira pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo e pela Escola de Belas Arte. O projeto contou também com a participação de outras unidades da UFRJ, dentre elas, a Escola Politécnica, a Coppe, o Instituto de Macromoléculas, a Escola de Química e o Instituto de Química. Para completar a dinâmica universitária, o Instituto de Geociências, por sua vez, estudou o terreno geológico do local onde o prédio será construído.

UFRJ
IBqM UFRJ/CCS/Bl. H,
Cid. Universitária - Ilha do Fundão
Cep 21.941-590 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Tel. +55 21 2562-6789 / Fax. +55 21 2270-8647