1. Prepare as gelatinas de acordo com as instruções dos pacotes. Se não souber fazer direito, peça para algum adulto ajudar. Coloque o líquido em um recipiente quadrado ou retangular, de fundo chato pois será mais fácil cortar pedaços iguais. Se não tiver um recipiente assim, não importa, use outro recipiente que tiver, pode ser fundo de garrafa PET, por exemplo.

 

2. Peça para alguém descascar o abacaxi e fatiá-lo. Depois, pegue uma fatia e corte em pedaços não muito pequenos. Faça o mesmo com outra fruta. 

 

 

Cuidado! não misture as outras frutas que usar com os pedaços de abacaxi!!!

 

 

 

ATENÇÃO: 

quando escolher outra fruta, não use kiwi ou mamão - nem o grande e nem o papaia. 

Você pode usar o mamão em uma variação desta experiência que apresentamos abaixo (veja em "Tente Também...").

 

 

 

3. Separe a gelatina derretida em 3 pratos ou potes para cada sabor. Em um dos potes, coloque pedaços de abacaxi e em outro, pedaços de outra fruta. Deixe um dos potes sem fruta. Faça isso tanto para a gelatina sem sabor quanto para a gelatina com sabor que escolher. Leve todos os potes para a geladeira e aguarde cerca de 30 minutos. Retire os potes da geladeira e observe o que aconteceu:

 

A gelatina sem sabor que usamos era vermelha. À esquerda, você pode ver como ficou a gelatina que tinha abacaxi - mesmo tendo ido à geladeira, não amoleceu. À direita, vemos o pote com a gelatina sem abacaxi e podemos ver que ela está endurecida, como o esperado! 

O mesmo aconteceu com a gelatina com sabor. Nós umamos uma gelatina de limão e à esquerda, no pote que continha os pedaços de abacaxi, a gelatina não amoleceu. À direita, sem abacaxi, a gelatina endureceu. 

 

E com as outras frutas, você viu o que aconteceu?

 

 

 

4.Outra forma de fazer:

 

 

 

 

5.O que você espera que aconteça agora?

 

 

 

 

 

Você notou que a gelatina que tinha um pedaço de abacaxi em cima, não endureceu. Agelatina preprada sem fruta, amoleceu depois que você colocou um pedaço de abacaxi. Não foi na mesma hora mas cerca de 30 minutos depois (dependendo do tamanho do pedaço de gelatina), ela estava totalmente amolecida.

Nada disso aconteceu com a gelatina que não tinha abacaxi. 

A gelatina, ou colágeno, é encontrada em tendões, ossos e até nos vasos sanguíneos. A gelatina é uma proteína, ou seja, suas moléculas de cadeias longas são formadas por aminoácidos conectados entre si. É importante para manter a estrutura de vários tecidos. Na nossa experiência, a gelatina amoleceu porque o abacaxi contém uma outra proteína mas que tem função diferente - ela consegue destruir outras proteínas. Veja abaixo como são as proteínas! 

O abacaxi é rico em bromelina, uma enzima capaz de quebrar a ligação que une os aminoácidos da gelatina fazendo com que ela perca a capacidade de formar esse gel estável que você conhece e que muita gente adora comer!

 

Os aminoácidos são como os tijolos de uma parede. São unidos (ligados) um a um, até que ganhe sua forma e estabilidade. Se você quebra uma parede, pode separar os tijolos um do outro. O mesmo acontece nas proteínas, que usam seus blocos construtores até formar uma molécula grande que tem várias funções importantes em nosso organismo. Mas se você quebra a proteína, você fica com seus blocos separados, os aminoácidos! O interessante é que seu corpo consegue usar esses blocos para formar novas proteínas.

 

A bromelina é usada na indústria alimentar para amaciar carne e na produção de cerveja e de vinho. É também usada para coalhar o leite na indústria de queijo.

 

Nossa experiência foi feita com dois tipos de gelatina: sem sabor e com sabor. Sabe por que? Porque a gelatina sem sabor tem apenas essa proteína. A gelatina com sabor tem outros componentes, como os açúcares, por exemplo, que estão ausentes no pó para gelatina sem sabor. E como no abacaxi existem outras proteínas, você poderia ficar na dúvida se o efeito foi mesmo na gelatina ou em outro componente. Então, fizemos com as duas, para mostrar que o efeito é o mesmo, ou seja, o que dá a consistência na gelatina com sabor é a gelatina.

 

 

Você pode usar mamão nesta experiência. Ou você usa os pedaços de mamão ou a casca, com a parte da polpa voltada para a gelatina. 

 

Observe o que aconteceu. 

 

O mamão tem outra enzima, chamada papaína, que também consegue hidrolisar (quebrar) as proteínas. 

 

Outra variação desta experiência é assim: 

Prepare a gelatina de acordo com as instruções do pacote. Leve à geladeira e espere endurecer. Corte pedaços da gelatina que já está pronta e coloque em pratinhos de plástico. Você vai precisar de 3 pedaços. 

Coloque um pedaço de abacaxi sobre um pedaço de gelatina. Em outro pote, coloque maçã ou a banana. Em outro pote, deixe um pedaço de gelatina sem fruta. 

 

 

 

 

 

Você já viu uma proteína? Aposto que não. São muito pequenas para serem vistas a olho nu. Afinal, nem conseguimos enxergar uma célula, que contém muitas proteínas!

 

Existem 20 aminoácidos naturais e as proteínas são formadas por uma sequência específica de aminoácidos, e essa sequência podem ter ou não os 20 aminoácidos e muitos aminoácidos podem se repetir:

 

 

 

 

Essa sequência pode formar uma estrutura toda enrolada, como se fosse um novelo de lã. Essa estrutura pode ser estudada por técnicas avançadas como a difração de Raios-X. A estrutura da bromelina ainda não foi determinada mas a da papaina, já foi.

 

 Aqui nós vemos a estrutura da papaína, em uma representação chamada de fitas (que parece oca)...

... e a mesma estrutura mostrada com todos os átomos presentes, como ela realmente é. 

 

 

 

 

O abacaxi é a fruta do abacaxizeiro, uma planta herbácea perene da família Bromeliaceae, originária do cone sul do nosso continente. O fruto pode ser consumido ao natural ou mesmo ser utilizado em processos industriais. Contém boas quantidades das vitaminas A, B1 e C, além da bromelina que favorece a digestão de carne, por exemplo, que é rica em proteínas..

 

Em Portugal, o abacaxi é conhecido por ananás. No Brasil, também se diz ananás mas o mais comum, é mesmo chamar essa fruta de abacaxi. Isso deve ser devido aos índios pois em Guarani, fala-se avakachi. 

 

Em casa, pode-se amaciar a carne deixando-a em suco de abacaxi por alguns minutos. Não deixe muito tempo (mais de 10-15 minutos) pois a carne se desmancha! Pode-se, também, amaciar a carne com a casca do abacaxi ou do mamão, com a polpa tocando a carne.

 

A papaína é uma outra enzima  que pode quebrar outras proteínas. Isso você viu na experiência com o mamão. Mas o kiwi também tem uma enzima, a ficcina que, embora tenha as mesmas propriedades da bromelina, não tem interesse comercial por ser uma fruta cara.

 

 

 

Voltar à página de Experiências:

Voltar para a página Inicial:

Página criada em 24 de abril de 2005 e atualizada em 21 de julho de 2008. 

Reprodução permitida apenas com autorização da autora do site e para fins não lucrativos ou educacionais. Todos os direitos reservados para "Ciência para Crianças".

Clique aqui para requisitar permissão para utilização dos conteúdos de "Ciência para Crianças".